Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor
Secretaria de Estado da Justiça e de Defesa ao Consumidor

RECALL: AUDI CONVOCA 412 UNIDADES DO A3 SEDAN POR DEFEITO NA BARRA DA DIREÇÃO
20/07/2016

 A Audi anunciou que 412 unidades do A3 Sedan 2.0 vendidas no Brasil possuem um defeito de fabricação que afeta a barra de direção. Por isso, convocou um recall para reparar gratuitamente o problema, que atinge unidades fabricadas entre 10 e 30 de setembro de 2015 (ano/modelo 2016). Os chassis não-sequenciais variam de 8V_4000143 a 8V_4900015.

Segundo a empresa, os terminais da barra de direção podem ter sido aparafusados com uma porca inadequada. Assim, podem se soltar. Caso isso aconteça, o motorista perderá o comando das rodas, afetando a dirigibilidade do carro. Nesses casos, há risco de acidentes com danos físicos e materiais aos passageiros e mesmo pessoas que estejam fora do carro.
 
Os proprietários do Audi A3 Sedan 2016 podem entrar em contato com a empresa pelo telefone 0800 777 2834 para esclarecer dúvidas e agendar o reparo em uma das oficinas autorizadas da empresa. Conforme exigido em lei, o reparo é gratuito e não tem data limite para ser feito.
 
Recalls da Audi
 
Este é o segundo recall que a Audi convoca no ano. O primeiro foi em março, quando 13 unidades dos modelos Q5 e SQ5 apresentaram um defeito nos airbags. No ano passado, a montadora convocou outros dois procedimentos de reparo gratuito: um afetou 279 unidades dos modelos A6 Avant, A6 Sedan, A7 Sportback e Q7, enquanto o outro atingiu 108 unidades do A3 e S3 Sportback. Em ambos os casos, a falha identificada afetava o sistema de combustível dos carros.

Direitos do consumidor
 
O Procon-SP orienta a todos os consumidores envolvidos em campanhas de chamamento a exigirem o comprovante de que o serviço de reparo tenha sido realizado. O documento deve ser conservado e repassado adiante em caso de venda. O direito ao reparo gratuito também é garantido aos proprietários de veículos que foram comercializados mais de uma vez.
Os veículos que não atenderem ao recall e forem reparados em até 12 meses trarão a informação do não atendimento no campo "observações" do próximo Certificado de Registro e Licenciamento (CRLV), conforme determinado pela Portaria Conjunta nº 69 de 15/12/2010, da Secretaria de Direito Econômico e do Diretor do Departamento Nacional de Trânsito.
 
Fonte: Auto Esporte