Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa do Consumidor
Secretaria de Estado da Justiça e de Defesa ao Consumidor

Senacon alerta para recall de cadeiras plásticas
12/08/2016

 Brasília, 28/06/16 - A Secretaria Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça e Cidadania (Senacon/MJC) informa que a Dolfin Indústria e Comércio LTDA e a Bells Indústria e Comércio de Plásticos e Metais LTDA protocolaram campanhas de chamamento de cadeiras plásticas em razão da possibilidade de dobra e quebra das pernas traseiras da cadeira, com a consequente queda do usuário.

O Código de Defesa do Consumidor determina que o fornecedor repare ou troque o produto defeituoso a qualquer momento e de forma gratuita. Se houver dificuldade, a recomendação é procurar um dos órgãos de proteção e defesa do consumidor.
 
De acordo com a Dolfin, a campanha de chamamento abrange 1.600 cadeiras plásticas monobloco, modelo poltrona baixa, produzidas no período de 4 a 16 de abril de 2015, colocadas no mercado de consumo com numeração de lotes 66758 e 66590, com selo do INMETRO compreendido entre os intervalos 104024810 a 104025689 e 104039221 a 104039940, distribuídas no estado de São Paulo.
Quanto aos riscos à saúde e à segurança dos consumidores, a Dolfin destacou ter detectado a possibilidade de quebra da cadeira, em razão de não "conformidade com a norma ABNT NBR 14776". Tal inconformidade poderá causar a "queda do usuário".
 
De acordo com a Bells, a campanha de chamamento abrange 1.110 cadeiras, modelo Ametista, produzidas em 11 de maio de 2015, colocadas no mercado de consumo com numeração de lote OP 14088 e selos do INMETRO 107733794 a 107733913 e 107733974 a 107734963. Segundo o fornecedor, todas as cadeiras foram comercializadas no estado do Paraná.
Quanto aos riscos à saúde e à segurança dos consumidores, a Bells destacou ter detectado a possibilidade de "colapso do produto, especificamente as pernas traseiras, quando a cadeira for submetida à carga de impacto próxima da máxima". Tal inconformidade poderá causar "a dobra ou quebra das pernas traseiras, implicando na queda do usuário e a possibilidade de lesões físicas".
  
Serviço
 Mais informações podem ser obtidas junto à Dolfin, por meio do telefone 019 3878-7050, ou pelo e-mail sac.dolfin@dolfin.com.br.
Mais informações podem ser obtidas junto à Bells, por meio do telefone (41) 3606-9115, ou pelo e-mail sac@bells.ind.br.
Detalhes sobre a campanha de chamamento também estão disponíveis no site do Ministério da Justiça – justica.gov.br.
 
Fonte: Ministério da Justiça e Cidadania